Pensando em vender na internet, mas quer uma solução fácil? Eis algumas em três ferramentas que ajudarão você a iniciar suas vendas na internet.

Talvez você começou a procurar agora como vender na internet seus produtos e a primeira coisa que veio a sua cabeça é: preciso de uma loja virtual ou e-commerce se preferir chamar assim. Na verdade para iniciar suas vendas pela internet não é preciso se quer de ter um domínio, muito menos experiência, pra entender melhor isso vamos a nossa primeira opção:

Vender em um marketplace já existente como o Mercado Livre

A palavra marketplace é novidade pra muita gente, mas a verdade é que ele já existe a muito tempo. o Mercado Livre é um exemplo disso. Uma plataforma que iniciou como um site de leilão, mas que hoje praticamente é um site de compra e venda para usuários de todo o mundo, aqui no Brasil citamos muito o Mercado livre, mas intencionalmente temos a gigante Ebay como um dos maiores portais de compra e venda na internet.

O processo é bem simples, você se cadastra cria seus anúncios e espera que algum outro usuário se interesse por seu produto, tire algumas dúvidas e feche um pedido. Realmente existem pessoas e empresas que se especializaram nessa ferramenta e lucram relativamente bem. Outra vantagem ainda é que se optar por um anúncio premium terá mais vantagens, mas é claro existe a opção de anúncio free.

Mas é claro nem tudo são flores, dentro do Mercado Livre é bem concorrido seu anúncio concorrerá com diversos outros, o que pode te obrigar a diminuir sua lucratividade, adotando o anúncio gratuito aparecerão anúncios concorrentes na sua página de venda e isso não é legal pra você, fora que a taxa cobrada por venda premium não é nada barata na minha opinião. Outro fator que pesa muito é a desconfiança, quando se tem bastante tempo de vendas isso pode não ser um problema, mas pra quem está começando não ter uma avaliação deixa os compradores com o pé atrás.

Por isso o Mercado livre ou outros marketplaces podem ser uma boa pedida para quem está começando e quer testar seu nicho de mercado sem qualquer investimento e quem sabe pode sim ser uma boa pedida, mas a desconfiança do mercado e as taxas altas tornam essa ferramenta não sustentável para quem quer ser realmente grande no mercado.

Sendo assim talvez seja mais interessante a segunda opção que é:

Vender por uma plataforma terceirizada, como a Loja UOL Host

Uma plataforma de loja terceirizada é quando você se cadastra em uma ferramenta controlada por uma terceira empresa que vai gerenciar o provedor, domínio e manutenção do servidor. Um bom exemplo dessa modalidade é a Loja UOL Host que é baseada no popular Magento.

Ela segue essa lógica simples, você se cadastra, registra seu domínio e em pouco tempo você tem um ambiente pronto para divulgar seus produtos. Com a vantagem de não ter concorrentes nas suas páginas de vendas e um espaço menos limitado para divulgação, esse método passa mais seriedade e profissionalismo já que não é simplesmente um usuário cadastrado em qualquer lugar, apesar de várias reportagens de fraudes, uma loja própria passa muito mais credibilidade.

Desvantagens existem em qualquer solução e esta não é diferente, assim como sair da casa dos pais pra morar sozinho, ter uma loja sua traz várias responsabilidades e necessidades que não haveriam de outra maneira. Pra começar você precisa anunciar seus produtos, não adianta apenas ter um endereço na internet, é preciso que seus clientes a encontrem facilmente e para isso é indispensável anunciar, seja no facebook, no google, ig ou outro portal, você terá esse custo e fugir dele pode sair muito mais caro, a boa notícia é que fazendo um bom planejamento isso não sai caro e o retorno valerá o investimento. Outro ponto que comumente encontra-se problema é com a personalização da cara da loja, por ser uma solução para muitos clientes fica a desejar a parte do design, principalmente quando se quer deixar a loja com a sua cara, mas para isso existem profissionais que ajudam você nessa hora, para saber mais sobre a loja uol host clique aqui.

O gasto nessa solução varía de acordo com a plataforma e de outros gastos como design e propaganda, mas ainda sim é bem abaixo da média

O veredito para plataformas de terceiros podemos dizer que é sim uma boa pedida, você terá um ambiente testado por outras empresas que é mantido por uma equipe de profissionais sérios (assim é esperado), só não se esqueça de pesquisar antes de contratar para não acabar levando gato por lebre. Eu considero essa solução como um degrau para o último nível, que é:

Criar sua loja com um sistema pronto, como o Magento

Não se espante do Magento aparecer como terceira e última opção aqui, talvez você se pergunte “mas o Magento não é free?”, pra ser exato o é um software de uso livre, você pode baixar, instalar, usar, modificar e redistribuir, mas isso não quer dizer que você terá uma loja de graça.

Mas antes de falar das desvantagens deixa eu te falar das vantagens e de cara podemos falar que ele é de uso totalmente livre, só isso já reduz e muito os custos para se criar uma loja com recursos ao menos parecidos teríamos que desembolsar alguns alguns ninhares , realmente ter essa ferramenta disponível reduz muito os custos de se criar uma nova loja. Além disso podemos personalizar como quiser, existem milhares de temas pela internet que podem ser comprados e ainda personalizados para deixar sua loja com um visual único, você tem total domínio do código, pode melhorar seu SEO, acrescentar os mais variados recursos, melhorar a experiência do seu cliente e ainda estar totalmente livre para escolher seus profissionais já que a ferramenta passa a ser sua. Esta é sem dúvida a solução mais completa que permitirá ter um e-commerce que pode vender 10 ou 100 mil por Mês.

Mas é evidente que de todas as opções citadas aqui o Magento é a de maior custo e não podemos esquecer que ela é uma ferramenta pesada que exigirá bastante da hospedagem, além de precisar de manutenção e de toda parte de propaganda como na solução anterior

Minha opinião é que o Magento muito provavelmente não será sua primeira solução, mas talvez seja a solução definitiva de acordo com seu crescimento a menos é claro que você já queira começar com o pé na porta e investir em uma ferramenta definitiva que poderá escalar junto com seu negócio, de longe o Magento é minha solução preferida.

Então é isso espero que este artigo ajude você a decidir sua estratégia de negócio daqui pra frente e se tiver alguma dúvida comente aqui embaixo, um abraço.